Sétimo poço de Libra tem novos indícios de petróleo

Descoberta em nova locação ainda precisa ser confirmada pela Petrobras

[07.07.2016] 19h14m / Por Gustavo Gaudarde

Novos indícios de petróleo foram encontrados em Libra, no cluster do pré-sal, durante a perfuração do sétimo poço de extensão da campanha, que está em fase de avaliação. De acordo com notificação enviada à ANP, o poço 3-BRSA-1342A-RJS encontrou petróleo em 5 de julho. A perfuração é feita com a sonda West Carina, em lâmina d´água de 1.996 metros.

O poço, identificado pela Petrobras como 3-RJS-743, começou a ser perfurado em abril e precisou ser repetida, situação comum na exploração de Libra. A campanha, contudo, tem sido bem-sucedida com seis extensões do reservatório confirmadas e apenas um poço considerado seco com indícios. Outros dois aguardam resultado: o 3-BRSA-1342A-RJS e o 3-BRSA-1343-RJS.

Com a conclusão das perfurações em andamento, o consórcio de Libra conclui suas obrigações de poços previstas no plano de avaliação (PAD), aprovado pela ANP. Serão, ao todo, novos poços, sendo um descobridor e quatro na primeira fase de exploração e mais quatro durante o PAD.

A previsão é que a etapa atual de exploração de Libra seja concluída entre 2017 e 2018. Além dos poços perfurados e em andamento, haverá um novo levantamento sísmico na área e um TLD de 12 meses, a ser concluído em dezembro de 2017, de acordo com o cronograma preliminar da Petrobras. Em seguida, vão operar mais quatro sistemas antecipados (SPAs) até 2023, já na fase de produção do contrato.

O consórcio de Libra é formado pela Petrobras (operadora com 40%), Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e CNOOC (10%), tendo como gestora do contrato de partilha da produção a Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA).


Print Friendly, PDF & Email
%d blogueiros gostam disto: